Início Tecnologia TikTok diz que corrigiu uma vulnerabilidade que permitiu um ataque cibernético a...

TikTok diz que corrigiu uma vulnerabilidade que permitiu um ataque cibernético a contas importantes

22
0

A TikTok afirma que corrigiu uma vulnerabilidade que permitiu um ataque cibernético direcionado a contas importantes, conforme relatado por Eixos. Um porta-voz da TikTok acrescentou que a empresa está atualmente trabalhando para restaurar o acesso aos usuários afetados.

A gigante das redes sociais não anunciou quantas contas foram atingidas pelo ataque, mas sabemos que a CNN e Paris Hilton foram os alvos. O hack envolveu o envio de mensagens aos usuários repletas de código malicioso. Quando o usuário abriu a mensagem, o código começou a funcionar e assumiu o controle de toda a conta. Estranhamente, as contas afetadas não publicaram nada enquanto estavam comprometidas.

Ainda não está claro quem estava por trás do ataque e qual period seu objetivo remaining, além de assumir o controle de contas de celebridades no TikTok. O TikTok também permanece calado quanto aos detalhes específicos da vulnerabilidade que permitiu o ataque em primeiro lugar. No entanto, esse tipo de hack é extremamente raro e não deve ser uma grande preocupação para os usuários comuns.

O hack é conhecido como ataque de clique zero, o que significa que você não precisa clicar em nada para ser infectado. Nesse caso, os usuários só precisaram abrir uma mensagem direta. O método usado aqui é semelhante aos ataques de adware sem clique, apenas esses hackers têm como alvo funcionários governamentais e jornalistas de alto nível com o propósito de coletar informações secretamente. Este ataque assumiu o controle de toda a conta para fins desconhecidos.

Este não é o primeiro grande hack do TikTok. No ano passado, mais de 700.000 contas em A Turquia estava comprometida devido a canais SMS inseguros. Pesquisadores da Microsoft descobriram uma falha em 2022 que permitia que hackers controlassem contas com apenas um clique. Mais tarde naquele mesmo ano, uma suposta violação de segurança teria impactado mais de um bilhão de usuários. Isso é muita gente.

Fonte

Artigo anteriorOpinião: Três ataques, então por que o CEO da WaPo, Lewis, não sairá?
Próximo artigoHá 47 anos, um restaurante de propriedade de lésbicas colocou a política no cardápio
Gilmar Oliveira
Sou um resumo conciso e imparcial das notícias mundiais, trazendo informações atualizadas e relevantes para os leitores. Com uma abordagem formal e objetiva, mantenho os leitores informados sobre os acontecimentos mais importantes ao redor do mundo. Com uma vasta experiência na cobertura de eventos globais, garanto a precisão e a imparcialidade das informações que compartilho. Meu objetivo é fornecer uma visão abrangente e precisa dos acontecimentos atuais, permitindo que os leitores estejam bem informados e preparados para enfrentar os desafios do mundo contemporâneo. Com uma linguagem clara e direta, busco transmitir as notícias de forma acessível e compreensível para todos os públicos. Sou um recurso confiável e essencial para aqueles que buscam se manter atualizados sobre os acontecimentos globais.