Início Mundo Trabalhadores da Disneylândia cogitam greve por condições de trabalho

Trabalhadores da Disneylândia cogitam greve por condições de trabalho

25
0

Alguns dos artistas da Disneylândia, o “Lugar Mais Feliz do Mundo”, afirmam que os baixos salários do resort e o alto risco de lesões permanentes os estão deixando infelizes.

Quatro sindicatos que representam cerca de 13.000 trabalhadores da Disney agendaram uma votação de autorização de greve para combater o que eles contado o Conselho Nacional de Relações Trabalhistas é uma intimidação ilegal, vigilância e ameaças disciplinares da gigante do entretenimento.

A votação de 19 de julho está marcada para poucos meses depois que os artistas do desfile da Disney votaram juntar a Actors’ Fairness Affiliation em maio, um feito que um porta-voz da associação chamou de “um sonho que se tornou realidade”. A maioria dos outros funcionários da Disneylândia, como caixas e operadores de brinquedos, já eram sindicalizados.

“A maioria das pessoas que você conhece que se apresentam na Disneylândia tem uma lesão permanente”, disse Courtney Griffith, uma artista de desfile em um novo documentário da Extra Good Union sobre funcionários da Disney. “A mágica começa a desaparecer e você fica sem poder pagar meu aluguel, com lesões permanentes e uma gerência que não te valoriza nem te respeita.”

A última vez que a Disneylândia teve uma grande greve foi em setembro de 1984, quando os membros do elenco apelidado a “Greve Mais Amigável da Terra”. Essa linha de piquete durou 22 dias e foi a prelúdio por uma lei de salário mínimo de US$ 15 por hora para qualquer uma das empresas subsidiadas pelos contribuintes nos resorts de Anaheim.

Fonte