Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Os 10 easter eggs mais incríveis da primeira temporada de Jessica Jones

Alerta: contém spoilers

Não tem como negar: Jessica Jones não é uma série convencional sobre heróis. A personagem de Krysten Ritter tem causado alvoroço nas mídias sociais, e muito se fala sobre todos os conceitos implícitos na estória, levando à criação de várias teorias sobre o futuro e a intenção da trama.

Quando todos achavam que a Netflix não poderia supreender mais no universo dos super-heróis depois de Demolidor, eles gloriosamente provaram que não estão para brincadeira. Jessica Jones é uma produção inteligente, bem escrita e cheia de referências interessantes que garantem o charme e aumentam a ansiedade dos fãs dos universos da Marvel.

Se você perdeu ou não prestou atenção nos easter eggs, a gente mostra agora pra você:

Alias Investigations

1

A primeira introdução de Jones é em uma discussão com um cliente agressivo que reclama das informações descobertas e voa através do vidro da porta do escritório investigativo com os dizeres “Alias Investigations”. A cena é praticamente uma réplica da primeira HQ Alias #1.

Safira

2

Trish, durante uma cena de flashback, tenta convencer Jessica a passar a usar uniforme e codinome na luta contra o crime. Na HQ a moça adere o disfarce de Safira, mas na série ela não achou a fantasia adequada para sua heroína, recusando a sugestão com alguma pitada do seu sarcasmo.

Luke Cage

3

Luke se tornou conhecido pela sua frase de efeito “Sweet Christmas” (ou Cacetada!, em português). Quando é revelado que Jones o espia, ele está vestindo a mesma camiseta mostarda que o personagem utiliza nos quadrinhos. Houve grande especulação antes da estreia a respeito do seu bordão, mas ele não ficou de fora: a primeira vez que Cage falou foi depois da noite com Jessica, e a segunda, no 6° episódio, quando eles saem para resgatar Antoine.

Seattle Grace Hospital

4

No episódio que Jessica tenta colher informações sobre o acidente de ônibus, ela informa que foi transferida do Seattle Grace Hospital… o hospital da série Grey’s Anatomy.

O Incidente

Battle-Of-New-York-Avengers-600x300

Assim como em Demolidor, a Batalha de Nova York dos Vingadores é mencionada como “o Incidente” em Jessica Jones. Quando Audrey Eastman aparece querendo vingar a morte da sua mãe no “incidente”, Jessica faz uma referência aos Vingadores quando diz: “Por que você não vai falar com grandalhão verde e o patriota“, além de comentar outras vezes sobre “o cara verde”.

O retrato

6

Jessica entra na delegacia de polícia de Hell’s Kitchen, e é possível notar que a fotografia de Stan Lee está pendurada na parede, assim como acontece em Demolidor.

Tigresa Branca

7

Jessica recomenda que Luke procure outra investigadora, Angela Del Toro, no 6° episódio da primeira temporada. Del Toro é mais conhecida como a Tigresa Branca, ou White Tiger, no universo de Demolidor.

Patsy Walker/Hellcat

8

Patricia “Trish” Walker é a amiga de Jessica que foi personagem de história em quadrinho na HQ, e vira a heroína conhecida pelos seus icônicos cabelos ruivos, Gata do Inferno. Na série, Trish é abordada por um fã que diz que sente falta do seu cabelo vermelho.

Claire Temple

9

A enfermeira está todo lugar, não é mesmo? Todas estas aparições entre os três Defensores sugerem que ela, mais cedo ou mais tarde, surgirá como Enfermeira da Noite. Será?

DC

684978-superman13

Parece que a Netflix/Marvel tem se divertido com tantas referências internas e externas ao mundo da Marvel. Depois de várias menções que olhos de laser são poderes ridículos, os médicos ainda descobrem que a pele de Luke é impenetrável quando as agulhas quebram no hospital, como na primeira aparição do Superman em Action Comics #1.

Além disso, há outra cena que Jessica cita o Coringa de Heath Ledger quando diz “o que não te mata, te deixa mais estranho”.

Percebeu alguma referência que ficou fora da lista? Conte para a gente!

Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Escrito por Vivian Loreti

Vivian Loreti

Vivian é Vivian desde 1988. Carioca, blogueira, estudante de Letras e Serviço Social, ghost writer nas horas vagas, amante de ficção científica e de tudo que acenda uma faísca de revolução.

6 posts