Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Crítica – Larry Crowne: O Amor Está de Volta

Um filme com Julia Roberts e Tom Hanks obviamente chama bastante atenção, mesmo que parte da critica especializada não tenha gostado tanto assim do longa!

Larry (Tom Hanks) é despedido da empresa em que trabalha pelo fato de nunca ter feito uma faculdade (já que ficou 20 anos na Marinha americana), embora sempre tenha sido um bom funcionário. Larry fica surpreendido, mas imediatamente começa a procurar um novo emprego, algo nada fácil, uma vez que além de não ter uma faculdade, já não tem mais idade para entrar no mercado de trabalho.

Larry Crowne

Endividado, Larry não vê outra solução a não ser voltar a estudar e entrar numa faculdade para assim tentar entrar novamente no mercado. Dessa forma, o protagonista encontra Mercedes Tainot (Julia Roberts), sua professora de Oratória e Comunicação, uma matéria que quase ninguém assiste.

Tainot é uma professora frustrada e desmotivada (novidade?), mas sinceramente, é louca suficiente para prender a atenção de um aluno, o problema é que seus alunos são os piores, mais desmotivados do que ela. Tainot é casada e quase alcoólatra, seu marido adora ver baixarias na internet e é claro que o casamento está à beira do fracasso. Tainot é uma mulher difícil de lidar, principalmente por conta de seu mau humor, mas Larry é carismático e nem ela consegue ignorá-lo.

larry-crowne_

O filme tem seu lado divertido como o fato de Tainot ser sempre rabugenta e Larry tentar se adaptar a faculdade e ao mundo jovem que o rodeia, tanto que entra para uma gang de motoqueiros! Na verdade, a vida de Larry realmente muda depois que fica desempregado, como se a partir disso, começasse de fato a viver, mesmo precisando de dinheiro.

Apesar do título, eu achei que o romance não é o ponto principal do filme e sim a superação de Larry e Tainot, cada um tentando resolver os seus problemas. Embora seja uma professora universitária, um ponto alto da carreira da acadêmica, Tainot não é uma professora feliz e isso acaba sendo um problema também em sala de aula. Já Larry não se deixa intimidar por todos os problemas e nem é um personagem que fica se lamentando por tudo. Há uma clara evolução dos dois durante a narrativa, mas não é o suficiente para fazer do longa um filme inesquecível.

LARRY-CROWNE

Larry Crowne – O amor está de volta é leve, divertido e com uma pitada de romance, nada memorável ou digno de um Oscar, mesmo tendo direção e roteiro de Tom Hanks. O filme tem um elenco de peso (Cedric the EntertainerBryan Cranston) com bastante química (inclusive os coadjuvantes), mas é uma daqueles história bem medianas que serve de entretenimento, sem grande profundidade.

Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Escrito por Michele Lima

Michele Lima

Michele Lima, casada, formada em Letras, professora de espanhol, autora do blog O que tem na nossa estante, viciada em séries, filmes, livros e em animes!

322 posts