Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

Crítica – Contra o Tempo

Jake Gyllenhaal é o soldado Colter Stevens que de repente acorda no corpo de uma vítima de um ataque terrorista. Sem saber os motivos, Colter está participando de uma experiência do governo americano, que está atrás de quem colocou a bomba em um trem, uma vez que continuam ameaçando colocar mais bombas em Chicago.

A partir de então começa a caça de Colter pelo terrorista e para isso ele irá voltar várias vezes para a mesma cena, ou seja, 8 minutos antes da explosão. No entanto, Colter começa a se perguntar onde está e os motivos para ser ele a pessoa que está vivendo as memórias da vítima do trem. Além disso, ao viver esses poucos minutos, Colter descobre que não está viajando no tempo e sim, vivendo em uma realidade paralela.

Fool Me Once: Colter Stevens (Jake Gyllenhaal), a military helicopter pilot, finds himself plugged into another man's consciousness and sent back in time -- to eight minutes before his host is killed in a terrorist attack.

Toda vez que Colter volta aos 8 minutos finais da vítima, ele vive em um mundo que não existe, por mais que ele tente salvar a todos no trem ou Christina (Michelle Monaghan), a mocinha da história, eles jamais viverão novamente, não no mundo apresentado a nós.

Parte da crítica especializada não gostou do filme apontando várias falhas no enredo, mas apesar de tudo não acho que Contra o Tempo (Source Codeseja um péssimo filme de ficção. Na verdade, depois que a realidade paralela virou moda, tudo pode ser explicado por ela, sendo mais uma questão de acreditar ou não. Se bem que quando falamos em ficção científica, por mais bem explicada que seja, é sempre uma questão de se acreditar ou não. Por conta disso, não acho que Contra o Tempo apresente muitas falhas, acho até que não foi uma decepção, uma vez que depois de Lost, sempre que ouço o termo realidade paralela eu tenho calafrios.

source-code-still-1

Quanto ao elenco, Jake Gyllenhaal e Vera Farmiga estão ótimos, embora o filme de Ben Ripley, direção de Duncan Jones (filho de David Bowie), não exija muita dramaticidade.

Contra o Tempo é uma filme de ação, com ficção científica e quem não gosta do gênero, obviamente não vai gostar do filme. E quem viu Feitiço do Tempo sabe que é igualmente angustiante ver tantas repetições de cenas, aliás, isso faz com que o filme nem tenha tantos cenários. Mesmo sendo possível compará-lo com outros filmes de ficção, o enredo me agradou, mas é evidente que o não é super original.

Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Escrito por Michele Lima

Michele Lima

Michele Lima, casada, formada em Letras, professora de espanhol, autora do blog O que tem na nossa estante, viciada em séries, filmes, livros e em animes!

322 posts