Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

As 15 melhores histórias de Doctor Who

Doctor Who é uma série bem antiga, que começou em 1963, mas teve seu brilhante retorno em 2005. O extraterrestre viajante do tempo mais querido de todos é realmente o Doctor, e é difícil não gostar muito de uma regeneração – é claro, todos nós temos os nossos preferidos! Durante anos Doctor Who enfrentou vilões diferentes, passando por episódios mais cômicos, de ficção científica, de puro terror e muito drama também! Abaixo os 15 melhores episódios de Doctor Who depois de sua volta!

15. The Empty Child/The Doctor Dances (1º temporada, episódios 9 e 10)

The Empty Child Doctor who

Christopher Eccleston ficou pouco tempo no papel de Doctor, apenas a primeira temporada, que não é a minha preferida. Porém, os episódios 9 e 10 merecem destaque por ter um personagem super querido dos fãs: o Capitão Jack Harkness (John Barrowman). O episódio marca também a entrada de Steven Moffat, o atual showrunner, que escreveu este arco para a série! Destaque também para o bordão: Are you my mummy?

14. The Doctor’s Wife ­(6ª temporada, episódio 4)

doctor-who-doctors-wife

Não é um dos meus episódios preferidos, mas sem sombra de dúvidas foi um episódio importante. Escrito pelo autor Neil Gaiman, The Doctor’s Wife nos mostra alguém que até então não sabíamos como era: a TARDIS. Bem, sabemos como é fisicamente a máquina do tempo, mas dessa vez ela ganha consciência e até um corpo! Claro que o enredo está muito bem escrito e a química entre o Doctor a TARDIS (Suranne Jones) foi muito boa!

13. The Doctor’s Daughter (4ª temporada, episódio 6)

'The Doctor's Daughter doctor who

É um episódio que muitos fãs gostam por apresentar a filha do Doctor, que é criada a partir de seu DNA. Pra quem não sabe Jenny (Georgia Moffett) é filha na vida real de Peter Davison (o 5º Doutor) e é casada com David Tennant, com quem tem dois filhos.

12. Human Nature/Family Blood (3° Temporada, Episódios 8 e 9)

Human Nature,Family Blood

Martha Jones (Freema Agyeman) é a responsável por ajudar o Doctor neste episódio e David Tennant dá uma show de interpretação e realmente nos convence ser outra pessoa! O enredo do episódio é muito bonito e vemos Doctor sendo um ser humano qualquer e até se apaixona por uma enfermeira local, Joan Redfern (Jessica Hynes)

11. Vincent and the Doctor (5ª temporada, episódio 10)

Vincent and the Doctor
Matt Smith, como o décimo primeiro Doctor e sua companheira Amy Pond (Karen Gillan) visitam Vincent Van Gogh, o artista perturbado por seus próprios demônios internos. No episódio descobrimos que o artista é uma pessoa sensível a ponto de ver o que mais ninguém vê. Não é um episódio que nos dá medo pelos vilões, nem o mais interessante em termos de ficção-científica, mas sem dúvida é um dos mais líricos e poéticos de Doctor Who. Difícil não se emocionar ou se simpatizar com Van Gogh!

10. The Impossible Astronaut/ Day of the Moon (6ª temporada, episódios 1 e 2) 

The Impossible Astronaut e day of the Moon

Só pela trilha sonora seria um episódio perfeito, mas temos Mark Sheppard como Canton Delaware III e Silence, aquele mostro que nos fazer esquecer de que o vimos. Depois destes episódios todo vez que fico com a aquela sensação de que esqueci alguma coisa eu penso que um Silence está perto de mim! Depois de um bom final de temporada, a sexta começou com pé direito!

9. Silence in the Library/ Forest of the Dead (4º temporada, episódios 8 e 9)

Silence in the Library e Forest of the Dead

River Song (Alex Kingston) foi um dos grandes mistérios de Doctor Who por um longo tempo, e qual não foi a surpresa de muita gente ao descobrir de quem ela era filha! Silence in the Library/Forest of the Dead marca o primeiro aparecimento da personagem. Uma história de amor contada em um cronologia diferente, Doctor e River juntos em qualquer episódio é diversão garantida, mas neste arco ainda temos Vashta Nerada, aquele vilão que faz qualquer um ter medo do escuro!

8. A Good Man Goes To War/Let’s Kill Hitler (6º temporada, episódios 7 e 8)

A Good Man Goes To War e let's Kill Hitler

Os dois episódios entram na lista por ter Hitler dentro do armário e por finalmente descobrirmos quem era de fato River Song! Confesso que esperava mais emoção por parte de Rory (Arthur Darvill) ao descobrir o grande segredo de River, mas Karen Gillan e Matt Smith estavam muito bem como sempre.

7. The Stolen Earth/Journey’s End (4ª temporada, episódios 12 e 13)

stolen_earth_pic6

A quarta temporada estava com tudo! Um episódio melhor do que o outro! Neste temos Doctor, Donna, Martha, Rose, Mickey, Sarah JaneCapitão Jack Harkness, Torchwood, não estava faltando ninguém! E tinha os malditos Daleks também! O episódio teve um final sensacional!

6. The Angels Take Manhattan (7ª temporada, episódio 5)

The Angels Take Manhattan

Foi o episódio que mais chorei, pra mim, foi imensamente triste dar adeus aos Ponds, principalmente da maneira como aconteceu! E se antes eu já odiava os Anjos Lamentadores, passei a odiá-los ainda mais! No entanto, a trilha sonora estava perfeita, a interpretação de Karen Gillan e Matt Smith também. Foi um episódio bem dirigido com final surpreendente, uma bomba para o Doctor, um difícil adeus para todos!

5. The Eleventh Hour (5º temporada, episódio 1)

The Eleventh Hour[

É  importante ver todas as temporadas de Doctor Who em ordem cronológica, mas se você não pode por qualquer motivo que seja, pode tentar começar pelo primeiro episódio da quinta temporada. Sim, você terá perdido muita coisa, e não, eu não recomendo fazer isso! Porém, na quinta temporada é como se tudo começasse de novo: um novo Doctor, uma nova companheira, novas aventuras. Enfim, o décimo primeiro Doctor começa do zero com Amy Pond. E vamos combinar que a coitada esperou demais pelo Doctor e que a garotinha Pond é uma graça!

4. Army of Ghosts/Doomsday (2ª temporada, episódios 12 e 13)

doomsday___doctor_who_
É difícil falar de Doomsday sem contar muitos spoilers e já diria River Song, sem spoilers! Porém, o diálogo de entrada de Rose foi emocionante: “Esse é o dia em que eu morri”. No episódio temos Daleks, Cybermen e a despedida de Rose que nos faz chorar horrores!

3. The End of Time (4ª temporada, episódios 17 e 18)

The End of Time Doctor who
As despedidas são sempre tristes! Principalmente quando um Doctor se regenera porque temos que dar adeus ao protagonista. O Doctor continua, mas nunca mais será o mesmo! No ano de 2009, Doctor Who passou por um hiato e teve apenas alguns especiais exibidos ao longo do ano. O último deles, The End of Time, mostra o Doutor sendo obrigado a se regenerar e diz a simbólica frase: “Eu não quero ir’! A gente não queria que você fosse também (embora Matt Smith seja o meu Doctor preferido!)

2. Blink (3ª temporada, episódio 10)

Blink

Blink ganhou o prêmio BAFTA e para muitos com toda certeza é um dos melhores episódios de Doctor Who! É a primeira vez que aparece os Anjos Lamentadores, o vilão que mais detesto e que mais tenho medo na série. Depois deste episódio eu nunca mais olhei para uma estátua de anjo na minha vida! O enredo é tão bom que poderia virar um filme! E ainda tem a participação da excelente Carey Mulligan, que foi a protagonista do episódio. Se você ainda não viu a série, tente ver ao menos este episódio só pra conferir a obra prima que é!

1. The Day of the Doctor (episódio especial, 2013)

The Day of the Doctor

The Day of the Doctor foi um episódio super especial, pois comemora os 50 anos da série e temos de volta David Tennant e Billie Piper, além de nos apresentar um novo personagem: o Doutor da Guerra (John Hurt), que lutou na Guerra do Tempo contra os Daleks. O especial foi exibido nos cinemas de todo o mundo, inclusive no Brasil, e mostra os antigos Doctors e Clara (Jenna Coleman) mudando o destino de Gallifrey.

Escrito por Michele Lima

Michele Lima

Michele Lima, casada, formada em Letras, professora de espanhol, autora do blog O que tem na nossa estante, viciada em séries, filmes, livros e em animes!

322 posts