Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Posted in:

10 coisas que você não sabia sobre Star Trek

“Espaço: a fronteira final. Estas são as viagens da nave estelar Enterprise. Em sua missão de cinco anos… para explorar novos mundos… para pesquisar novas vidas… novas civilizações… audaciosamente indo onde nenhum homem jamais esteve.”

Criada pelo norte-americano Gene Roddenberry, Star Trek tornou-se uma das maiores séries de ficção científica de todos os tempos, capaz de mobilizar multidões de fãs apaixonados ao redor do mundo. Tamanho sucesso, entretanto, não foi obtido quando do seu lançamento em 1966. A série acabou sendo cancelada após três temporadas devido à baixa audiência. O merecido reconhecimento veio apenas anos depois com as reprises na televisão.

Mas não se deixe enganar, pois, o sucesso e a influência de Star Trek não se limitam a fãs histéricos e citações na cultura pop. Inúmeros jovens dos anos 60 e 70 seguiram carreira científica graças à Enterprise e seus intrépidos tripulantes. Engenheiros, astrônomos e astronautas, todos explorando e expandindo os limites do conhecimento humano, levando-nos onde nenhum homem jamais esteve.

Rica e fortemente entranhada no cerne da cultura pop ocidental, Star Trek não poderia passar isenta de curiosidades e fatos inusitados. E é justamente sobre estes elementos que trataremos aqui neste post. Portanto, apertem os seus cintos e preparem-se para decolar.

1- Gene Roddenberry, o criador da série, tentou vender a proposta para os estúdios da MGM no ano de 1964, entretanto, por acharem a ideia complexa e ousada, ela acabou sendo recusada. A série acabou sendo produzida pela Desilu Productions (e posteriormente pela Paramount Television) e exibida pela NBC de 8 de setembro de 1966 até 3 de junho de 1969.

2- Originalmente o título era apenas Star Trek, tendo aderido posteriormente o retrônimo Star Trek: The Original Series para diferenciá-la das versões mais recentes da série. No total, a franquia conta com mais de 700 episódios para TV e 12 filmes.

3- A primeira nave espacial da NASA foi batizada de Enterprise após uma campanha massiva por parte dos fãs da série. Seu primeiro lançamento foi em um voo teste acoplado a um Boeing 747 em 18 de fevereiro de 1977.

Primeiro Voo da Enterprise (OV-101)
Primeiro Voo da Enterprise (OV-101)

4- No ano de 1968, Michele Nichols (Tenente Uhura) e William Shatner (Capitão Kirk) protagonizaram o primeiro beijo inter-racial num programa de TV norte-americana. Curiosamente este foi o mesmo ano da morte de Martin Luther King. Aliás, a própria ponte de comando da USS Enterprise era etnicamente diversa, contando com brancos, negros, asiáticos e um copiloto russo em plena Guerra Fria.

UhuraKirkKiss
Tenente Uhura e Capitão Kirk

5- Spock quase foi cortado da série devido aos inúmeros protestos de entidades que o consideravam muito “parecido com o diabo”. Inclusive, Leonard Nimoy foi o único ator a participar de todos os episódios da série, tendo sido ele o criador da famosa saudação vulcana inspirada em uma saudação judaica.

Assim como muitos elementos da cultura vulcana, a famosa saudação foi inspirada na cultura judaica
Assim como muitos elementos da cultura vulcana, a famosa saudação foi inspirada na cultura judaica

6- O episódio piloto da série possuía uma mulher (suposta amante de Roddenberry) como comandante da nave, mas a direção do canal julgou que a proposta não era “realista” (sic) e mandou que o enredo fosse reescrito.

7- A esposa do criador da série, Majel Roddenberry, participou de praticamente todos os filmes e séries da franquia.

Majel Roddenberry
Majel Roddenberry

8- Zacharry Quinto, o ator responsável por viver o memorável Spock nos filmes de J. J. Abrans para o cinema precisou colar os dedos para conseguir fazer a saudação vulcana.

Zacharry Quinto como Spock
Zacharry Quinto como Spock

9- Um dos principais patrocinadores do canal americano CBS, uma grande marca de cigarros, sugeriu que Spock fumasse cigarros espaciais. Mas Roddenberry negou a proposta, pois, segundo ele, no futuro ninguém fumaria.

10- No ano de 2006 Willian Shatner vendeu uma pedra do seu rim para um colecionador por nada mais, nada menos do que 25 mil dólares (duvida?). Ao menos o dinheiro arrecadado com a venda foi doado para a ONG Habitat for Humanity que ajuda a prover casas para comunidades pobres. Segundo o Próprio Shatner: “Isso leva a doação de órgãos a um novo ápice. Ou a um novo ponto baixo”.

Compartilhar, , Google Plus, Pinterest,

Escrito por Felipe Augusto

Felipe Augusto

Estudante de Arquitetura e Urbanismo apaixonado por filmes, jogos e séries. Meu ponto fraco é o meu amor por dinossauros. Não importa o quão ruim um filme seja, se tiver dinossauros eu vou assistir e provavelmente gostar.

23 posts